sábado, julho 20, 2024
sábado, julho 20, 2024

Rede de franquias de produtos naturais fatura R$52 milhões no primeiro trimestre

A Bio Mundo destacou-se no primeiro trimestre de 2023. Alcançou a marca de R$52 milhões em faturamento, o equivalente a 20% em relação ao ano anterior. A marca também registrou crescimento de 15% no número de clientes a nível nacional. Esses dados são reflexo da retomada econômica pós-pandemia da Covid-19 aliada aos reflexos que ela despertou: a busca por uma alimentação saudável, aumento da imunidade e suplementação.

De acordo com um estudo recente realizado pela consultoria Euromonitor International, o Brasil é considerado um dos mercados mais promissores para a venda de produtos naturais, movimentando, em média US$ 35 bilhões (algo em torno de R$ 181,6 bilhões) e alcançando o quarto posto no ranking global dos países que mais vendem alimentos e bebidas saudáveis.

Outra pesquisa, realizada pela Abiad (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres), indicou que 72% dos brasileiros aumentaram os cuidados com a alimentação nos últimos anos.

Agora, em relação ao crescimento do mercado de suplementação, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), o consumo de suplementos alimentares no Brasil aumentou 10% em cinco anos. No último ano de pesquisa, 59% dos lares brasileiros possuíam pelo menos uma pessoa consumindo suplementos alimentares. Além disso, 72% dos brasileiros aumentaram os cuidados com a alimentação nos últimos tempos. Das pessoas que consomem os suplementos alimentares, 85% utilizam esses produtos buscando benefícios para a saúde, enquanto 69% deles aliam esse consumo à prática de atividades físicas.

Portfólio

A Bio Mundo, natural de Brasília, ficou nacionalmente conhecida pelo seu extenso portfólio que inclui itens diet, light, integrais, veganos, sem glúten, sem lactose, funcionais, vegetarianos, que somam em média 3.000 produtos em prateleira, mais de 300 opções de produtos à grane e uma linha completa de nutrição esportiva.

Além de um atendimento diferenciado, oferecendo uma experiência de compra diferenciada. Essa diversificação permite atrair ainda mais clientes e variados perfis.

O granel, por exemplo, é responsável por aproximadamente 20% do faturamento de toda a empresa. “Os produtos à granel fornecem aos nossos clientes a oportunidade de experimentar e escolher a quantidade que desejarem, gerando mais economia e menos desperdício”, explica Edmar Mothé, CEO da Bio Mundo.

Outro ponto de destaque é o crescimento e posicionamento de marca própria. A Bioway e Bio365, criações exclusivas Bio Mundo, registrou uma evolução de 43%, mostrando aderência crescente pelos clientes, qualidade e resultados.

Isso também é reflexo de todo o trabalho dedicado nas duas linhas. Uma equipe focada em desenvolver produtos alinhados com o que tem de mais inovador no mercado permite criações únicas e personalizadas para os mais diferentes perfis.

A marca abriu sua primeira unidade em 2015, e somente no primeiro ano como franquia, já foram mais de 23 operações ativas, representando um recorde do período. Atualmente, a Bio Mundo é a rede que mais cresce em número de lojas no segmento. “A empresa que surgiu de maneira familiar, nasceu do desejo de montar um negócio que pudesse aliar cuidados com o planeta e a saúde das pessoas. O sucesso crescente da empresa se deve, sobretudo, à qualidade dos produtos oferecidos, agregado ao objetivo de proporcionar uma melhor qualidade de vida aos clientes”, continua Edmar.

A Bio Mundo é hoje, uma rede de lojas de produtos naturais e nutrição esportiva referência no setor, chegando esse mês no estado do Amazonas, o que soma a presença da loja já em 19 estados brasileiros. A marca vem crescendo a cada ano, reflexo do aumento da procura desses itens. Sendo uma rede especialista em pontos de loja física, a franquia trabalha com lojas entre 45m² a 100m², adaptados de acordo com a realidade do local, seja na rua, shopping, aeroporto, centros comerciais, galerias e hipermercados.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas