quarta-feira, julho 24, 2024
quarta-feira, julho 24, 2024

Franquias de Alimentação crescem mais de 17% no 3º trimestre do ano

A nova edição da Pesquisa de Desempenho do 3º trimestre realizada pela ABF – Associação Brasileira de Franchising mostra que o setor de franquias registrou um crescimento nominal de 11,4% no período, se comparado aos mesmos meses do ano passado. O faturamento saltou de R$ 56,256 bilhões para R$ 62,676 bilhões.

Entre os segmentos que registraram um incremento no período, os três que mais cresceram foram Alimentação Food Service, Saúde, Beleza e Bem-Estar e Entretenimento e Lazer, que foram beneficiados devido ao acúmulo das melhores práticas e dos aprendizados obtidos nos últimos anos, do avanço da digitalização, da omnicanalidade e da adoção de novos formatos, em um ambiente de atividades presenciais consolidado e com a melhora de alguns indicadores macroeconômicos como a taxa de empregos.

O segmento de Alimentação, por exemplo, foi o primeiro que mais cresceu, com um faturamento 17,5% maior na comparação com o terceiro trimestre do ano passado. Com forte presença no franchising, o setor em questão obteve um aumento significativo no número de marcas e unidades, incremento no faturamento médio por operação, contou com o retorno do trabalho presencial e de hábitos sociais interrompidos pela pandemia, além do lançamento de produtos, reformulação e melhorias do cardápio e portfólio.

Duas marcas que atuam no Food Service acompanham o desenvolvimento deste setor. A Água Doce Sabores do Brasil, franquia com 80 unidades que atua com foco em pratos da culinária brasileira, promoveu diversos investimentos em campanhas, novos equipamentos e formatos para aumentar ainda mais a qualidade e crescimento de toda a rede. Prova disso é que no primeiro semestre de 2023, a marca registrou um aumento de 16% no faturamento, se comparado ao mesmo período do ano passado. A empresa fundada por Delfino Golfeto é reconhecida pelas famosas versões de Escondidinho, carro-chefe da marca, e conta com uma proposta de casual dinner. Atualmente, a Água Doce disponibiliza um cardápio assinado pelo apresentador e chef, Edu Guedes, além de oferecer diversas opções de drinques, bebidas e ter uma carta de cachaças.

“Neste segundo semestre, nosso objetivo foi trazer o consumidor ainda mais para perto, trabalhando com campanhas focadas em levar o cliente até a loja, promovendo festivais, concedendo brindes e realizando parcerias de sucesso, como com a Ambev que traz campanhas de combos com marcas parceiras, além de aproveitar o período de festas de confraternização, que impulsionam os negócios nos últimos meses do ano. Além disso, temos o cardápio com a assinatura do chef Edu Guedes que fez parte da comunicação e oferta da marca, pois esse tipo de iniciativa tem muita sinergia com o nosso modelo de negócio e público. Pensando também nessa nova demanda que queremos trazer, seguimos implantando tecnologia e inovação para melhorar os processos na cozinha com os ultracongeladores, um maquinário mais inteligente e eficiente, oferecendo mais agilidade e qualidade para que os mais variados pratos cheguem com rapidez e muito sabor às mesas. Tivemos um primeiro semestre positivo, com um crescimento expressivo e isso nos motivou a continuar buscando um excelente ano”, explica Júlio Bertolucci, diretor de franquias da Água Doce.

A outra rede é o Divino Fogão, rede conhecida pela variedade de pratos regionais inspirados na culinária da fazenda que fechou o primeiro semestre de 2023 com um crescimento de 22%, se comparado ao mesmo período de 2022. Na segunda metade do ano, a franquia buscou ampliar a atuação em todo o Brasil com a abertura de 16 restaurantes em shopping centers de diferentes regiões. Além disso, deu continuidade aos projetos que visam promover datas sazonais e festividades com as novidades no cardápio, estratégia que vem sendo eficaz para levar os clientes até as lojas. Em termos de faturamento, a rede esperar ter um incremento de 10% em relação ao ano anterior.

“Demos um salto muito importante para a marca no primeiro semestre, com um aumento expressivo que fez total diferença no crescimento da empresa toda. Tivemos um acréscimo de 22% no faturamento total, sendo 6% desse valor de responsabilidade do delivery, que vem sendo uma grata surpresa mesmo depois da pandemia. Com isso, até dezembro desse ano, abrimos mais 16 operações em shopping centers e cinco unidades de dark kitchens, as famosas cozinhas invisíveis que são implantadas em locais onde não há este tipo de empreendimento, para atendermos consumidores de diferentes cidades brasileiras, de norte a sul do Brasil”, comenta Emiliano Silva, diretor de operações do Divino Fogão.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas