segunda-feira, março 20, 2023
segunda-feira, março 20, 2023

Setor de resorts apresenta crescimento no país

Devido à crescente demanda turística e às políticas governamentais de incentivo ao turismo, o setor de resorts tem crescido significativamente nos últimos anos no Brasil. O país, que possui uma variedade de atrações turísticas, como: praias, campos, cidades históricas e florestas tropicais, faz aumentar ainda mais o turismo local, e como consequência, os investidores estão construindo novos resorts nestes locais para atender à crescente demanda dos visitantes.

Segundo o último levantamento realizado em outubro de 2022 pelo Resorts Brasil, o país já acumula mais de 133 Resorts, registrando um total de 31.361 quartos, sendo eles em praias e campos. A pesquisa também afirma que até 2024, os novos empreendimentos, que já estão em fase de construção, devem somar mais 1.237 quartos.

Para Luciano Dutra, sócio do Gran Paradiso Resort, o novo empreendimento localizado em Campos do Jordão, na Serra Mantiqueira, deve atrair turistas e fomentar a economia local. “Além do turismo, os resorts estão se tornando um investimento para os compradores. O Gran Paradiso, por exemplo, trabalha com o modelo de multipropriedade, ou seja, é vantagem para o comprador e também para quem for utilizar”

O modelo de multipropriedade, onde mais de um comprador pode adquirir um período de tempo específico do imóvel, é organizado e os benefícios vão desde a flexibilidade, podendo escolher a melhor época para utilizar e ainda poder trocar a localização do resort em que ela quer se hospedar; economia, já que a multipropriedade é uma opção mais acessível do que realizar a compra inteira de um imóvel; comodidade, pois os resorts, como o Gran Paradiso, oferecem muitos ambientes, inclusive, sala de cinema; e investimento, pois os proprietários podem alugar as unidades quando não quiserem utilizar. Ou seja, os benefícios de um resort multipropriedade são inúmeros.

A pesquisa do Resorts Brasil ainda aponta que no 3º trimestre, entre os meses de julho, agosto e setembro de 2022, as propriedades alcançaram 63% na taxa de ocupação, um aumento de 12% comparado a 2019.

“A construção do Gran Paradiso visa suprir esse aumento da demanda na busca por resorts oferecendo mais uma opção de acomodação em Campos de Jordão e colaborando com o crescimento do turismo local na cidade, que vem apresentando uma melhora após os últimos anos conturbados”, finaliza Dutra.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas