quarta-feira, dezembro 7, 2022
quarta-feira, dezembro 7, 2022

Veracel: Investindo na Bahia e levando celulose para o mundo

Companhia possui três décadas de atuação na Bahia e de contribuição para o desenvolvimento do estado

Além de estar presente em tudo à nossa volta, a indústria tem papel fundamental no desenvolvimento econômico e social. Na Bahia, o setor representa 21,8% do PIB, contribuindo com mais de R$ 56 bilhões de valor adicionado à economia, segundo dados do IBGE (Contas Regionais 2019). Neste cenário, a Veracel Celulose, com seus 30 anos de história no Sul da Bahia, tem feito com que sua produção de celulose tenha um reflexo multiplicador no desenvolvimento baiano, atuando como um agente de transformação de seu território.

Somente em 2021, a Veracel investiu R$745 milhões em compras e contratações locais e contribuiu com R$132 milhões em arrecadação de tributos municipais, estaduais e federais. Isso sem contar ainda com o investimento de R$ 95 milhões na construção da nova Rodovia BA-658 em parceria com o Governo do Estado, que inclui ainda uma ponte sobre o Rio Jequitinhonha, no Sul da Bahia.

Este investimento na economia baiana é realizado de maneira estruturada pela Veracel por meio de seu Programa Suprimentos Sustentável, construído e executado com base na adoção de políticas que orientam os processos de compras e contratações da empresa. Além de buscar competitividade, a iniciativa cria oportunidades de negócios locais, fortalecendo os conceitos de trabalho digno, de desenvolvimento sustentável, além de transparência e confiabilidade ao processo contratação. Com o programa, no ano passado a Veracel ampliou em 37% a porção de fornecedores locais em relação a 2020.

Este desenvolvimento da companhia e seus investimentos na economia baiana também significam mais empregos e renda no território. A companhia gera mais de 3.000 empregos diretos e indiretos em sua operação e a prioridade de contratação é sempre para pessoas locais. Se pensarmos em termos de famílias com uma média de quatro pessoas, significa que, pelo menos, 12.000 residentes na região dependem da Veracel para a alimentação, transporte, educação, lazer e bem-estar.

A produção de celulose da companhia baiana ainda vai além e tem se consolidado como uma opção bastante rentável para proprietários rurais no sul da Bahia e Vale do Jequitinhonha/MG. Como diferenciais em relação a outras atividades, produzir eucalipto em parceria com a Veracel é um bom negócio, garante a compra de toda a produção e gera renda por um longo período, além do produtor receber todas as orientações para o cuidado com a terra, com as pessoas, com o meio ambiente e com a preservação de seu patrimônio.

Como efeito da política de silvicultura da Veracel, em 2021, cerca da metade da madeira utilizada como matéria-prima pela Veracel foi proveniente de parceiros florestais da região. Em 2022, a companhia segue ampliando ainda mais sua rede de parceiros no abastecimento de madeira para a produção de sua celulose. Este desenvolvimento deve gerar ainda mais frutos e desenvolvimento para a Bahia nos próximos anos.

É com este jeito Veracel de ser e de fazer negócios que a companhia produz celulose da Bahia para o mundo e contribui efetivamente com o território onde está localizada.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas