terça-feira, janeiro 31, 2023
terça-feira, janeiro 31, 2023

Duratex muda nome e anuncia plano de investimento de R$2,5 bilhões

O Conselho de Administração da  Duratex  aprovou nesta quinta-feira (15) a mudança da marca corporativa da Companhia  para Dexco. Em fato relevante, a companhia afirma que este  movimento faz parte de uma jornada de transformação iniciada há alguns anos e simboliza um novo ciclo de crescimento estratégico do grupo, que visa alavancar a vantagem competitiva e possibilitar a expansão em novos negócios. A companhia anunciou seu plano de investimentos adicionais para os próximos três anos, no valor de aproximadamente R$ 2,5 bilhões em diversos projetos.

Na divisão madeira, a empresa  irá investir aproximadamente R$ 500  milhões, focando na estratégia de se tornar cada vez mais competitiva em custos. Deste valor, R$ 90  milhões serão em projetos de desgargalamento fabril, cujo potencial é de aumentar em 10% a capacidade de produção de painéis de madeira.

Outros R$ 180  milhões serão destinados a aquisição de três linhas de revestimentos de painéis, os quais irão potencializar a estratégia de diferenciação com o aumento de 45% da capacidade de revestir painéis de madeira. Por fim, considerando a estratégia de crescimento de longo prazo, a Dexco irá investir cerca de R$ 240  milhões na expansão de sua base florestal na região Nordeste, através de sua subsidiária Caetex.

Na divisão Deca serão investidos mais de R$ 1,1 bilhão, dos quais cerca de R$ 600  milhões  na expansão das unidades de metais, proporcionando um aumento de 35% de sua capacidade de produção. Também serão investidos aproximadamente R$ 550  milhões na expansão e automação da produção de louças sanitárias, o que incrementará sua capacidade em 30%. “Com estes investimentos, a Deca com tecnologia, design e exclusividade, priorizará produtos de maior valor agregado, afirma e empresa.

Na divisão de revestimentos Cerâmicos serão investidos aproximadamente R$ 620  milhões, sendo R$ 600 milhões destinados à construção de uma nova unidade fabril na cidade de Botucatu (SP). Adicionando 35% na capacidade produtiva da divisão, esta fábrica será a mais moderna do Brasil e reforçará o posicionamento das marcas Portinari e Ceusa no mercado de formatos gigantes, aumentando ainda mais a exposição na categoria high premium. O valor remanescente de R$ 20  milhões será investido em projetos de otimização fabril de suas unidades localizadas em Santa Catarina.

ABC da Construção

Ainda, em continuidade aos movimentos de aproximação com o ecossistema empreendedor, a Companhia aproveita para anunciar o investimento de R$ 102,3 milhões em ações da ABC da Construção (ABC), em uma operação exclusivamente primaria, adquirindo uma participação minoritária. Com mais de 150 lojas nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro e com excelente perspectiva de crescimento, a ABC também é pioneira na implementação da revolução digital no varejo de acabamentos e já é considerada uma das principais construtechsdo país.

 

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas