domingo, junho 23, 2024
domingo, junho 23, 2024

Gerdau Graphene lança selo de autenticidade da tecnologia exclusiva G2D

A Gerdau Graphene, empresa pioneira no desenvolvimento, industrialização e comercialização de aditivos químicos, minerais e masterbatches com nanomateriais à base de carbono, como o “grafeno”, lança o selo de autenticidade da tecnologia G2D. Desenvolvida de forma exclusiva pela companhia, a G2D se trata de uma tecnologia de incorporação de nanomateriais de carbono em diferentes matrizes para a produção de aditivos tecnológicos.

O selo G2D será uma forma de identificação para todos os produtos que contêm esse aditivo químico da Gerdau Graphene, atualmente em um portfólio composto por soluções para as indústrias de plásticos, concreto e argamassa e revestimentos e tintas.

Para cada um desses produtos, a tecnologia G2D oferece ganhos diferenciais. Nos polímeros, a adição de pequenas quantidades de grafeno já resulta em substancial melhoria de propriedades como elasticidade, aumento de propriedades mecânicas, além de maior leveza e durabilidade. Para concretos e argamassas, a solução potencializa o desempenho, durabilidade e sustentabilidade; enquanto os revestimentos e tintas se beneficiam em lavabilidade, durabilidade e resistência à corrosão, dependendo da fórmula química aplicada.

“A Gerdau Graphene é pioneira no desenvolvimento e na produção em escala industrial e comercialização de soluções tecnológicas a base de grafeno. Com o lançamento do selo G2D, queremos, além de fortalecer a parceria com nossos clientes, tornar essa tecnologia uma garantia de desempenho e eficiência”, afirma Valdirene Peressinotto, Diretora Executiva e de Inovação da Gerdau Graphene.

Matéria-prima do século XXI, o grafeno é um nanomaterial bidimensional ultra forte, formado por átomos de carbono em estrutura hexagonal, similar a uma colmeia. O grafeno é uma das principais descobertas na área de materiais. Ultra forte, leve, flexível, impermeável e com excelentes propriedades elétricas e térmicas.

Sobre a Gerdau Graphene: A Gerdau Graphene é uma empresa da Gerdau Next, braço de novos negócios da Gerdau criada com o objetivo de diversificar o portfólio da companhia com produtos e serviços em diversos segmentos adjacentes ao aço. Focada no desenvolvimento, industrialização e comercialização de aditivos químicos, adição mineral e masterbatches com nanomateriais à base de carbono, como o “grafeno”. entregara Gerdau Graphene entrega soluções que forneçam ganhos de performance para as indústrias de tinta, cimentícia (concretos e argamassas), plásticos, borrachas e lubrificantes com a incorporação de grafeno em sua fórmula.

Gerdau

Com 123 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço.

Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em vários países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais.

Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,86 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,91 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,82 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3) e Nova Iorque (NYSE).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas