quarta-feira, junho 12, 2024
quarta-feira, junho 12, 2024

Fundo Soros vai financiar negócios sustentáveis na Região Amazônica

O Fundo Soros de Desenvolvimento Econômico (SEDF, sigla em inglês), braço de investimento de impacto da Open Society Foundations, está destinando US$ 15 milhões (aproximadamente R$ 74 milhões) para um fundo de investimento sediado no Brasil, dedicado a financiar negócios sustentáveis na Região Amazônica brasileira que criem empregos e preservem a floresta em pé.

O Fundo para a Biodiversidade da Amazônia buscará investimentos em empreendimentos e projetos em estágio inicial e em crescimento que operam exclusivamente na Amazônia brasileira. Estes investimentos têm como objetivo reduzir o desmatamento, criar resultados socioeconômicos e de bem-estar para as comunidades locais e conservar a biodiversidade. A iniciativa estima atingir mais de 700 mil pequenos agricultores e suas famílias na Região Amazônica e incentivar a produção sustentável de café, cacau e outras culturas indígenas locais, ao mesmo tempo em que preserva a floresta ou refloresta áreas degradadas e gerar ao menos cerca de mil empregos sustentáveis diretos.

O fundo é assessorado pela Impact Earth, cujo impressionante histórico de desempenho em investimentos voltados para a natureza e preservação ambiental os tornou um candidato natural para este esforço.

“Estamos muito satisfeitos por participar desse fundo inovador, gerido por uma equipe com profundo conhecimento local e um forte histórico de sucesso. Acreditamos que o Fundo para a Biodiversidade da Amazônia demonstrará à comunidade de investidores em geral que é possível operar negócios comerciais de sucesso que protejam as florestas existentes da Amazônia e melhorem os meios de subsistência locais. Isto é particularmente urgente, dado o papel crítico da Amazônia como sumidouro natural e substancial de carbono, na luta contra as alterações climáticas globais”, afirma Georgia Levenson Keohane, CEO da SEDF.

“O investimento do SEDF é um passo importante para a construção de uma economia florestal permanente que gere empregos para as pessoas da Região Amazônica e proteja a floresta tropical”, complementa Heloisa Griggs, diretora executiva para América Latina e Caribe da Open Society Foundations.

Os coinvestidores da SEDF incluem o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), CIAT (Alliance of Bioversity International and the International Center for Tropical Agriculture), Fundo L’Oreal para Regeneração da Natureza e o banco holandês ASN. O Fundo para a Biodiversidade da Amazônia é apoiado por uma garantia de US$ 100 milhões da United States Development Finance Corporation, a agência de desenvolvimento internacional do governo dos Estados Unidos. Espera-se que os recursos atinjam até US$ 60 milhões, tornando-se o maior fundo privado de impacto dedicado à região.

O Soros Economic Development Fund, lançado em 1997, gere atualmente mais de 35 investimentos em todo o mundo.

Open Society Foundations

Fundada por George Soros, a Open Society Foundations é a maior financiadora privada do mundo de grupos independentes que trabalham pela justiça, pela governança democrática e pelos direitos humanos. Abordamos essa missão por meio dos princípios esclarecedores de justiça, igualdade e expressão, que são características inerentes de qualquer sociedade verdadeiramente aberta.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas