quarta-feira, julho 24, 2024
quarta-feira, julho 24, 2024

Febrafar alcança a marca de 15 mil farmácias e impulsiona o setor farmacêutico

A Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) celebra um marco histórico em sua trajetória, atingindo a impressionante marca de 15 mil farmácias em suas 66 redes associadas. Esse feito não apenas consolida a Febrafar como uma força vital no setor farmacêutico, mas também destaca seu papel fundamental na evolução contínuo deste mercado.

Um dos aspectos mais notáveis dessa conquista é o crescimento significativo no faturamento das lojas pertencentes às redes associadas. Atualmente, essas representam uma fatia substancial, correspondendo a 14,6% do mercado farmacêutico nacional. Em comparação com os 11,4% registrados em 2019. Esse sucesso é resultado de um crescimento no faturamento de 105,6% nos últimos quatro anos, superando significativamente o crescimento de 60,5% do mercado farmacêutico como um todo no mesmo período.

O presidente da Febrafar, Edison Tamascia, destaca que essa conquista reflete a força do modelo associativista praticado. Esse modelo oferece às redes associadas não apenas um suporte robusto, mas também ferramentas estratégicas e treinamento de alta qualidade, permitindo o crescimento e a prosperidade dos negócios farmacêuticos.

Presidente da Febrafar Edison Tamascia (Crédito: Alê Fotografo)

Além disso, a Febrafar também teve recentemente a adesão de quatro novas redes em 2023. Essas redes, que abraçaram a visão e os valores da Febrafar, incluem a Rede Usifarma, com 260 farmácias sediadas em Balneário Camboriú (SC); as Drogarias Poupaqui, com 71 lojas e sede em São José do Rio Preto (SP); as Drogarias Ótima Farma, com 31 farmácias situadas em Betim (MG); e as Farmácias Brava, com 37 lojas, sediadas em Pato Branco (PR).

O diretor geral da Febrafar, José Abud Neto, enfatiza que o crescimento da Febrafar é um processo sustentável que exige comprometimento genuíno com o associativismo de resultados. “O mercado farmacêutico está em constante evolução, com clientes cada vez mais empoderados, tornando a inovação e a digitalização das farmácias uma prioridade. Nesse sentido, a Febrafar continua a se aprimorar constantemente para atender às demandas que surgem”.

O presidente explica que o crescimento da Febrafar é impulsionado por dois fatores principais: a adesão de novas lojas e redes e a abertura de novas lojas, todos respaldados pelos resultados que a federação proporciona. Ele ressalta a mentalidade empreendedora que é uma característica comum entre os brasileiros como um motor-chave desse crescimento.

A união das redes possibilita a implementação de novas ferramentas, investimentos e inovação. Tamascia enfatiza a importância dessa colaboração para alcançar metas ambiciosas. “Quando a força do coletivo se apresenta, não existe desafio que não possa ser superado, não existe problema que não possa ser resolvido, não existe caminho que não possa ser trilhado e não existe sonho que não possa ser sonhado”.

Ele destaca que, sozinhas, as redes teriam dificuldade em obter todas as ferramentas e serviços disponibilizados pela Febrafar.

Entre as ferramentas e serviços oferecidos pela Febrafar que têm um impacto notável nas redes associadas, destacam-se:

– E-Delivery: Um ecossistema digital que impulsiona as vendas e entregas, promovendo a digitalização dos negócios das farmácias.

– Orion: Um ecossistema que centraliza as principais soluções da Febrafar, tornando a experiência mais prática e intuitiva para as redes e lojas associadas.

– PEC (Programa de Estratégias Competitivas): Criado com o objetivo de desenvolver o maior e melhor programa de fidelidade do varejo farmacêutico, baseado no conceito de imagem de preço baixo.

– PAI (Painel de Aferição de Indicadores): Um processo de benchmarking que visa melhorar os indicadores de desempenho das lojas, comparando-os com parâmetros de referência.

– BIT (Business Intelligence Tools): O departamento de inteligência de mercado da Febrafar, que utiliza análise de dados para orientar decisões estratégicas.

– IFEPEC (Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa): Oferece suporte à estratégia da Febrafar por meio de pesquisas e cursos.

– ACODE (Acompanhamento Corporativo de Demanda): Uma solução que integra dados das farmácias às redes da Febrafar, permitindo uma análise segura do desempenho no varejo associativista.

– SIC (Sistema Integrado de Compras): Desenvolvido para centralizar as compras por meio de negociações conjuntas com distribuidoras e indústrias cadastradas.

– Compra Centralizada: Visando melhorar as compras das lojas não visitadas pela indústria, a Febrafar negocia acordos com laboratórios e redes para proporcionar descontos e prazos adicionais.

– MCC (Monitor de Condição Comercial): Avalia se as ofertas da indústria são vantajosas, permitindo opções de compras mais assertivas.

– Gerenciamento de Categorias — MIP: Estimula a venda de medicamentos isentos de prescrição com exposição inteligente.

– Bússola: Auxilia as lojas a aprimorar seu portfólio, identificando oportunidades regionais.

– Trade Marketing: Otimiza a venda de espaços físicos na loja e de produtos específicos.

– PBM (Programa de Apoio ao Paciente): Oferece descontos exclusivos para clientes e aumenta a lucratividade das farmácias.

Essas ferramentas estão em constante evolução e aprimoramento, com o objetivo de elevar as redes a um novo patamar em termos de atendimento, tecnologia e gestão.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas