sábado, julho 20, 2024
sábado, julho 20, 2024

VLI incrementa frota de vagões para atender novo fluxo de fertilizantes no Arco Norte

A VLI – companhia de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos – acaba de adquirir 78 unidades de vagões Hopper HTT, próprios para o transporte de commodities agrícolas e fertilizantes. A compra visa a incrementar a capacidade de cargas da companhia no Corredor Norte, que liga os estados do Tocantins e do Maranhão, onde está prestes a ser oficialmente inaugurado um novo corredor logístico de fertilizantes.

“Temos resultados crescentes ano a ano no Corredor Centro-Norte, fruto da confiança dos clientes na eficiência e na segurança do sistema integrado da VLI. Os novos vagões chegam para dar vazão a este crescimento natural de carga, acrescido dos volumes da nova operação de fertilizantes”, afirma o diretor de Operações do Corredor Centro-Norte da VLI, Daniel Schaffazick.

Os vagões Hopper HTT, desenvolvidos e produzidos pela Greenbrier Maxion, possuem três principais diferencias: redução do comprimento sem perda de volume, diminuição da tara (peso) e aumento da vida útil. Com todas essas otimizações, há um incremento na capacidade de carga por trem.

Outro destaque é o sistema descarga rápida e o revestimento interno com pintura especial, que não retém a carga no interior do vagão. Além disso, as unidades novas possuem o sistema do truque Motion Control, de alto desempenho e com redução do desgaste de componentes, gerando menor consumo de combustível e mais segurança.

Para o presidente da Greenbrier Maxion, Eduardo Scolari, a tecnologia dos novos vagões Hopper é resultado do trabalho de pesquisa e desenvolvimento da área de engenharia da empresa, visando ampliar ainda mais o transporte de carga sobre trilhos. “Os vagões proporcionam a máxima eficiência logística para a VLI, além de contribuir com meio ambiente com a redução do consumo de combustível e de emissão de carbono, favorecendo toda a cadeia e trazendo vantagem competitiva para o modal ferroviário. O comprometimento com o meio ambiente não é mais uma opção e sim um pré-requisito de sobrevivência na nossa forma de fazer negócio”, observa.

A parceria entre a VLI e a Greenbrier Maxion já existe ao longo de muitos anos e foi pautada em resultados significativos para ambos, gerando competitividade através de eficiência operacional e valores atrelados ao ESG.

Também para aumento de capacidade da operação no Arco Norte, seis locomotivas foram incorporadas à frota da VLI desde 2020. No mesmo período, a companhia adquiriu mais de 300 vagões para sua frota do Corredor Norte.

Novo corredor de fertilizantes

O novo corredor de fertilizantes do Arco Norte brasileiro é fruto de uma parceria entre a VLI e a Companhia Operadora Portuária do Itaqui (Copi), interligando o terminal da Copi, no Maranhão, ao Terminal Integrador de Palmeirante, construído e operado pela VLI no Tocantins. Os investimentos iniciais do projeto giraram em torno de R$200 milhões e a capacidade inicial de movimentação proporcionada por esta nova estrutura é de 1,5 milhão de toneladas ao ano. A partir do Terminal de Palmeirante, os insumos atenderão aos produtores situados numa área que abrange os estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Bahia e Piauí, além de Tocantins, Maranhão e do Distrito Federal.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas