domingo, julho 21, 2024
domingo, julho 21, 2024

BorgWarner se consolida como a principal fabricante de turbocompressores da América do Sul

A BorgWarner, líder global no fornecimento de produtos e soluções de mobilidade inovadoras e sustentáveis para o mercado de veículos, comemora, neste mês, o aniversário de 10 anos de suas instalações em Itatiba, no interior de São Paulo. O complexo, que conta com 20 mil m² de área construída, tem como principal foco a produção de tecnologias que auxiliem na descarbonização do setor de transportes, como turbocompressores, sistemas de sincronismo do motor, ventiladores e embreagens viscosas para automóveis, caminhões, veículos agrícolas e de construção.

A BorgWarner Itatiba considera suas raízes desde 1975, quando cerca de 25 colaboradores produziam turbocompressores para caminhões comerciais em Campinas (SP). A fábrica se tornou BorgWarner em 1999. Como a produção e as linhas de produtos se expandiram, a empresa construiu uma nova planta em Itatiba, em 2013. Nas instalações incluiu áreas administrativas e de produção com a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), bem como um novo centro de engenharia, o Tech Center.

Desde então, a BorgWarner vem reforçando seu papel como fornecedora de componentes originais com produção local que atende tanto as principais montadoras quanto os mercados de reposição, doméstico e de exportação. Dentre os marcos mais importantes dessa trajetória, a empresa forneceu o primeiro Turbo Flex para motores de três cilindros fabricado no Brasil.

O componente, da série B01, nasceu com o propósito de melhorar o desempenho do veículo, aumentar a economia de combustível e reduzir as emissões. O produto estreou, à época, no extinto Volkswagen Up!, e hoje equipa os modelos Polo TSI, Nivus, Virtus e T-Cross 200TSI. Mais recentemente, a BorgWarner passou a equipar com turbocompressor flex também outros veículos Stellantis dotados motores 1.3 de quatro cilindros, como o Jeep Compass, Jeep Renegade, Fiat Toro, Fiat Pulse e Fiat Fastback.

“Celebrar os 10 anos da BorgWarner Itatiba é celebrar grandes conquistas de uma das melhores plantas da BorgWarner. Isso tudo é resultado de um conjunto de ações, decisões e reconhecimento do mercado. Entretanto, a base de tudo isso vem do comprometimento de todos os colaboradores que fazem e fizeram parte dessa história. Nosso objetivo é estar à frente do mercado e, para isso, investimos fortemente em qualidade ao longo da última década”, comemora Wilson Lentini, diretor Geral da BorgWarner Emissions, Thermal and Turbo Systems no Brasil.

A unidade passou a produzir localmente no último ano a tecnologia ball bearing, que é um sistema de rolamentos no turbocompressor que melhora ainda mais o consumo de combustível, dirigibilidade e durabilidade do turbo.

A fábrica da BorgWarner, em Itatiba, que já ultrapassou os 5 milhões de turbocompressores produzidos no Brasil em 2018, aumentou 16,5% sua produção desses componentes para atender o mercado brasileiro e 20% para o mercado de exportação. E ampliou a produção de turbos e embreagens em 15% para o mercado de reposição em 2022.

“Nossa unidade utiliza processos de fabricação enxutos e em larga escala de soluções globais visando atender a ótima aceitação da solução de turboalimentação para reduzir consumo e emissões. Explicando o salto de 11% em 2016 para 46% das vendas de veículos leves com motores turbos no país em 2022. E há uma tendência de crescimento dessa proporção, em que pelo menos metade dos veículos leves vendidos no Brasil em 2030 deverão ter motores turbo flex, à combustão ou híbridos. Por isso, nosso compromisso em fornece uma variedade de tecnologias avançadas para uma ampla gama de clientes”, completa Lentini.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas