sábado, junho 15, 2024
sábado, junho 15, 2024

Como tomar decisões financeiras inteligentes?

*Por Rodrigo Tognini, CEO e cofundador da Conta Simples

No mundo corporativo, muitos se perguntam o que é preciso para uma boa tomada de decisão. É claro que isso pode variar de empresa para empresa, segmento para segmento e liderança para liderança, mas definitivamente é certo dizer que um bom primeiro passo é o controle gerencial.

Aqui estamos falando de uma forma de supervisionar, avaliar e orientar as atividades e recursos da companhia, com o objetivo de alcançar metas estratégicas. Ou seja, uma plataforma com essa função pode oferecer ao time informações precisas e insights profundos, que se traduzem em decisões mais embasadas.

No setor financeiro, por exemplo, o controle gerencial é indispensável. CFOs, controllers e gerentes financeiros desempenham um papel crucial nesse cenário. Todas as ações ligadas à gestão de despesas se tornam mais simples, permitindo que esses profissionais conduzam as operações com maior eficiência.

E no cotidiano desses líderes financeiros, a capacidade de tomar decisões estratégicas é aprimorada, proporcionando uma gestão mais ágil e eficaz, não apenas para a empresa, mas também para a vida e o dia a dia desses profissionais. Com isso, é possível se beneficiar de processos otimizados e uma visão clara das finanças corporativas.

Na prática, isso acontece basicamente a partir de quatro maneiras. São elas:

1 – Categorização automática de despesas

Daddos do Sebrae apontam que 43% dos negócios ainda apostam em uma gestão financeira tradicional. No entanto, este caminho não se trata só de uma simples escolha, mas de um atraso, considerando que a tecnologia é uma grande aliada de diversas áreas.

A possibilidade de categorizar automaticamente despesas corporativas proporcionada por uma plataforma de controle gerencial é um grande exemplo disso. Recibos, faturas e gastos relacionados aos funcionários são organizados sem a necessidade de um colaborador do setor parar o seu dia e cumprir essa tarefa com papel e caneta.

O resultado? A empresa acaba economizando tempo e minimizando erros humanos na entrada de dados.

2 – Análise de dados em tempo real

análise de dados em tempo real também está entre as vantagens de uma plataforma de controle gerencial. Obtendo informações financeiras e operacionais no exato momento em que elas acontecem, é possível identificar imediatamente tendências emergentes e criar soluções rápidas para o crescimento da empresa.

Ou ainda podemos ir para o outro lado: qualquer ineficiência é detectada instantaneamente, dando espaço para a produção de medidas corretivas ágeis e eficazes.

Se pararmos para pensar bem, é normal que padrões como esses passem despercebidos na correria do dia a dia. É justamente por isso que as ferramentas tecnológicas existem e podem ajudar a enriquecer a compreensão da situação financeira da empresa.

Com mais transparência sobre o que está acontecendo na área, não há dúvidas de que a tomada de decisões será mais estratégica, seja para otimizar custos ou alocar recursos de maneira mais eficiente.

3 – Controle de orçamento e previsão

Manter o controle do orçamento e fazer previsões precisas é outra parte fundamental da gestão financeira de qualquer empresa. Nesse sentido, as plataformas de controle gerencial permitem que os times usem dados históricos para fazer projeções completamente embasadas e sólidas.

Obviamente, o objetivo primário dessa ação é manter gastos sob controle. Porém, olhando para um contexto macro, ela também ajuda a planejar o futuro dos negócios com mais assertividade.

4 – Personalização de relatórios e visualizações

Não podemos deixar de mencionar a capacidade de criar relatórios e visualizações personalizáveis. A flexibilidade é crucial quando se trata de análise de dados, afinal, diferentes empresas têm diferentes necessidades.

Ao escolher uma plataforma que oferece a customização desses arquivos, é possível adaptar a coleta de informações às demandas específicas da organização. Nada é feito às cegas; pelo contrário, os gestores acessam exatamente o que desejam, da forma que desejam.

E agora, qual é o próximo passo?

Ter uma visão clara das finanças da empresa é um pré-requisito para qualquer organização que queira acelerar o seu crescimento e chegar ao mercado de um modo competitivo. No entanto, a única solução para alcançar esse objetivo é tendo uma gestão financeira organizada e eficiente.

O controle gerencial é um dos protagonistas dessa missão, já que elimina a necessidade de lidar com planilhas complexas e processos manuais demorados. Portanto, definitivamente é o próximo passo para quem quer abrir caminho à tomada inteligente de decisões.


*Rodrigo Tognini é CEO e cofundador da Conta Simples, principal plataforma de gestão de despesas e cartões corporativos para empresas e startups no Brasil.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas