quarta-feira, fevereiro 21, 2024
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Sufotur

Carros elétricos representarão 14% da demanda energética do Brasil em 2040

As vendas de veículos elétricos no Brasil serão impulsionadas a partir de 2027 e, até 2040, a frota elétrica vai superar a casa dos 35 milhões de veículos. A disponibilidade de modelos, especialmente os comerciais, e de infraestrutura de carregamento dos veículos são alguns dos aspectos que podem impactar na velocidade da eletrificação dos carros. A projeção é resultado da edição das projeções sobre Eletrificação Veicular realizada pela Strategy&, consultoria estratégica da PwC Brasil.

O estudo aponta que o aumento da eletrificação veicular implicará em fortes reduções no consumo de combustíveis fósseis. Até 2030, serão consumidos menos 8 bilhões de litros de gasolina (12% da demanda atual) e 6 bilhões de diesel (10% da demanda atual). Em 2040, a redução no consumo de diesel deve chegar a 41 bilhões de litros (66% da demanda atual) e a 37 bilhões de litros de gasolina (59% da demanda atual).

“A eletrificação veicular e seus impactos, principalmente, pensando em futuro é um dos principais pontos de discussão para essa pauta. Afinal, existe uma preocupação firmada na indústria de transportes quando se trata do aspecto sustentabilidade e transição energética para operação de baixo carbono”, comenta o sócio da Strategy&, Daniel Martins.

Nas vendas de caminhões leves e ônibus elétricos o crescimento é estimado em 100%, em 2028. “Contudo, a viabilidade vai depender da disponibilidade de modelos para todos os nichos de veículo e da capacidade de realizar análises de Total Cost of Ownership (TCO), que significa “Custo Total de Propriedades” e crédito”, completa Martins.

O levantamento também indica que as vendas serão expressivas para caminhões pesados e veículos de passeio elétricos. Para 2030, a expectativa de crescimento é de 79% e 47%, respectivamente. Em 2040, os números devem saltar para 97% de eletrificação nas vendas de caminhões pesados e 66% de veículos de passeio.

As projeções de frota total veicular apontam que em sete anos, 26% da frota de caminhões leves e ônibus estará eletrificada, a de passeio chega a 11% e os caminhões pesados a 80% em 2030. Na comparação com a frota de caminhões leves e ônibus, em 2040, 65% dos veículos serão elétricos, com 51% de caminhões pesados e 37% de passeio no mesmo ano.

Além disso, a projeção prevê uma alta de até 106% ao ano nas vendas de veículos elétricos entre 2022 e 2029. Esse crescimento é avaliado a partir da eletrificação da frota no país, usando o modelo baseado em TCO. A função é apresentar o valor integral dos custos ligados a compra e manutenção do veículo durante o seu ciclo de vida. Foram separados custos fixos e variáveis. Fazem parte o custo de aquisição, custos fixos (IPVA e seguro), manutenção e combustível. Os resultados, portanto, representam os veículos eletrificáveis por esse critério.

PwC

Na PwC, o nosso propósito é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Somos um Network de firmas presente em 152 países, atuando no Brasil há mais de 100 anos, dedicados à prestação de serviços de qualidade em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas