quarta-feira, fevereiro 21, 2024
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Sufotur

Renovigi lança painel solar e inicia operação em Pernambuco

A Renovigi Energia Solar iniciou o mês com duas ações estratégicas que visam expandir sua atuação no crescente mercado de energia solar. Este mês, a empresa iniciou a operação do Centro de Distribuição (CD) de Pernambuco, em Jaboatão do Guararapes, que vai atender a toda região Nordeste do país, reduzindo o prazo de entrega dos equipamentos em até cinco dias.

A outra novidade é o lançamento do painel fotovoltaico Reno H-550, parte de uma nova linha de módulos que será disponibilizada ao longo do ano. A companhia anunciou que, a partir de agora, estrategicamente, vai priorizar as placas da sua própria marca nos kits de geração solar que oferece ao mercado.

Com mais de dez anos de atuação, a Renovigi Energia Solar se consolidou como uma das maiores fabricantes de geradores de energia solar, atendendo uma base de cerca de 4 mil empresas credenciadas, responsáveis pela instalação das usinas de energia fotovoltaica em residências, comércio e indústria. Com uma série de produtos próprios — como inversores, microinversores e carregadores para carros elétricos -, a Renovigi trabalhava, até então, com módulos importados.

Segundo o gerente executivo da Renovigi, Guilherme Costa, o lançamento do módulo Reno H-550 vai contribuir para o fortalecimento do mercado nacional de equipamentos de geração solar, além de proporcionar uma garantia mais duradoura para o consumidor final. “Mesmo sendo fabricadas na Ásia, as novas placas contêm a marca Renovigi, com selo de inspeção do Inmetro e garantia nacional. Estamos falando de equipamentos que apresentam uma vida útil de cerca de 25 anos, por isso é importante para o consumidor final ter acesso ao fabricante no Brasil”, explicou Guilherme.

Para o lançamento da nova linha, a Renovigi conta com sua engenharia no Brasil e uma equipe de mais de 50 profissionais trabalhando no escritório do grupo na Ásia, responsáveis pela auditoria nas fábricas parceiras e inspeção dos lotes produzidos. O intuito é a análise da qualidade da matéria-prima e dos flash reports (potência do módulo) em toda sua fabricação.

Nova unidade no Nordeste

Anunciada no fim do ano passado, a unidade de Pernambuco é a terceira da Renovigi no Brasil – as outras duas ficam em Navegantes (SC) e Louveira (SP) -, e chega para aprimorar a logística no mercado fotovoltaico do Nordeste, que representa cerca de 20% do faturamento da companhia.

Na unidade, é feita a montagem dos equipamentos e a distribuição para as empresas instaladoras, reduzindo o tempo de entrega e o risco de avarias nos deslocamentos, já que passará a receber os equipamentos diretamente do Porto de Suape. “Ao reduzir os deslocamentos, ganhamos em eficiência, redução de possíveis avarias de transporte e também proximidade com nossos credenciados e clientes finais da região”, comentou.

De acordo com Guilherme, o Nordeste tem alto potencial de crescimento para a energia fotovoltaica, justamente por apresentar o maior índice de incidência solar do país. “A energia solar é relativamente nova no país. Estamos vendo um amadurecimento deste mercado, e o marco regulatório da geração distribuída (Lei 14.300) vai trazer mais segurança jurídica para os consumidores. Ano passado tivemos recordes de crescimento, evolução considerável em relação a 2021. A tendência é que em 2023, este aumento continue de forma linear”, avaliou.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas