terça-feira, setembro 27, 2022
terça-feira, setembro 27, 2022

Raízen registra forte crescimento no primeiro trimestre da safra 22-23

A Raízen (RAIZ4), referência global em bioenergia e protagonista na transição energética no Brasil e no mundo, divulga os resultados do primeiro trimestre da safra 22’23. A companhia somou R$ 66,3 bilhões em receita líquida, um salto de 72% em comparação com o primeiro trimestre da safra anterior (21´22). Já o EBITDA ajustado chegou a R$ 3,7 bilhões, um crescimento de 55%.

Os resultados deste começo de ano-safra reforçam a visão de crescimento esperada para o ano e possibilitam continuar a planejar os investimentos futuros que irão acelerar os negócios, mantendo uma abordagem prudente sobre o balanço.

O lucro líquido ajustado alcançou R$ 1,1 bilhão e o fluxo de caixa livre foi negativo em R$ 2,5 bilhões, em função da estratégia da Raízen em expandir seu negócio em açúcar, otimizando sua alocação de capital. No período, a companhia atingiu um indicador de dívida líquida/EBITDA de 1,9x, contra 1,8x no 1T 21’22, mantendo sua composição de endividamento equilibrada, inclusive com linhas de crédito vinculadas a metas ESG. O ROACE, principal métrica de avaliação do retorno do negócio, alcançou 15% no trimestre.

Renováveis

O EBITDA ajustado atingiu R$ 1,1 bilhão no trimestre (+28%). A expansão do resultado reflete o maior volume vendido de etanol (+54%), com melhores preços (+14%), parcialmente compensado pelo menor volume de energia comercializado no período, em linha com a menor cogeração neste início de safra e com o aumento dos custos. A planta de Etanol de Segunda Geração (E2G) Costa Pinto atinge recorde de produção e a construção das novas unidades de E2G seguem em marcha.

Neste aspecto, a Raízen celebrou acordo com a Embraer para desenvolvimento do SAF (Combustível de Aviação Sustentável), reforçando o posicionamento de líder e desenvolvedora do mercado de E2G. Em energia elétrica, a Raízen já é uma das cinco maiores comercializadoras do Brasil, com um volume total comercializado de 2,7 GWh, alavancando soluções de energia limpa e renovável para seus clientes, contemplando energia solar e pequenas centrais hidrelétricas, dentre outros.

Açúcar

O EBITDA ajustado foi de R$ 569 milhões no trimestre (+23%), aumento que reflete a estratégia da Raízen em evoluir sua participação na cadeia de valor, com maior margem e aumento das vendas diretas para o destino. O volume comercializado evoluiu 37% e o preço médio, 23%. A Raízen também celebrou contrato de longo prazo para a criação da primeira cadeia global de fornecimento de açúcar bruto 100% rastreável, produzido a partir de cana de açúcar “non-GMO”, com diferenciação e maior valor agregado.

Operação Agroindustrial: Com o início do período de moagem mais tardio nesta safra, o ATR produzido (em açúcar equivalente) foi de 3.105 toneladas (-20%), em razão da menor moagem e ATR da cana. Já o TCH ficou em linha com o mesmo período do ano passado. A Raízen tem procurado contornar os efeitos do clima, que prejudicaram o rendimento dos canaviais no último ano, perdurando no início desta safra.

Ainda assim, o indicador de produtividade industrial RIT/STAB atingiu 88,8%, mantendo um patamar elevado e sustentável. A performance da cana de primeiro corte segue em nível superior à média do Centro-Sul (10% versus 6%). O custo caixa (+27%) foi impactado pela menor diluição dos custos fixos, devido à menor moagem de cana-de-açúcar e pela inflação nos custos gerais, insumos agrícolas, diesel e matéria-prima.

A Raízen tem investido fortemente em excelência operacional, com a implantação do Sistema de Excelência Raízen (SER+), que já está implantado em 23 parques de Bioenergia, com mais de 10 mil ideias e projetos gerados, concretizando a estratégia de otimizar processos, reduzir desperdícios e fortalecer a cultura de segurança.

Marketing & Serviços

O EBITDA ajustado da plataforma integrada Brasil e LatAm (Argentina e Paraguai) apresentou forte expansão dos resultados, totalizando R$ 1,7 bilhão (+67%) no trimestre. No Brasil, a Raízen executou com agilidade e consistência a otimização das ações em suprimentos e geração de negócios. O aumento do volume vendido, a maior eficiência operacional e gestão eficaz de margens contribuíram para a evolução da rentabilidade da operação.

O Shell Box, plataforma de conveniência e fidelidade para pessoas físicas e empresas, continuou a apresentar crescimento exponencial, transacionando mais de R$ 7 bilhões nos últimos 12 meses. A redução da carga tributária anunciada pelo Governo Federal e pelos Estados também trouxe desafios adicionais na gestão do negócio. A companhia acredita, porém, que os efeitos serão positivos para a melhora do ambiente de negócios, principalmente na contribuição ao combate da informalidade e evasão de impostos no setor.

O Grupo Nós atinge 1.374 lojas, em expansão acelerada, sendo 128 do OXXO e 1.246 lojas Shell Select. Nas operações LatAm (Argentina e Paraguai), a forte recuperação dos resultados reflete o maior volume vendido, a expansão da rede de postos na Argentina e aceleração do embandeiramento dos postos Shell no Paraguai, bem como pelos repasses dos reajustes de preços na ponta.

Em governança corporativa, a Raízen realizou a implementação de um Conselho Fiscal composto por profissionais renomados do mercado e aprovou um novo Programa de Recompra de Ações. Também conquistou o selo Great Place to Work, em sua primeira participação, posicionando-se como uma das três melhores empresas para se trabalhar no setor de agronegócios.

Raízen

Com o propósito de redefinir o futuro da energia a partir de um amplo portfólio de soluções renováveis, a Raízen possui um modelo de atuação único e irreplicável, sendo protagonista em todos os setores em que atua e liderando a transição energética do País. Ao promover impacto positivo a todos os seus stakeholders, a empresa tem como compromisso produzir hoje a energia do futuro, por meio do crescimento sustentável lucrativo do negócio, orientada por metas factíveis, sólidas e alinhadas ao seu propósito.

Por meio de tecnologias avançadas e proprietárias, a Raízen tem ampliado seu portfólio de renováveis, como o etanol de segunda geração (E2G), o biogás, biometano e a bioeletricidade de fontes 100% limpas. Desde sua formação, a Raízen já evitou 30 milhões de toneladas de CO2 e tem como objetivo ampliar o potencial de descarbonização por meio de seus produtos para mais de 10 milhões de toneladas de CO2 evitados por ano. Ainda, a empresa tem como um de seus objetivos, ser o melhor parceiro na descarbonização, por isso, assumiu a meta de ter 80% do EBITDA de negócios e fontes renováveis até 2030.

Com um time de mais de 40 mil funcionários, opera 35 parques de bioenergia, com capacidade instalada para moagem de 105 milhões de toneladas de cana com cerca de 1,3 milhão de hectares de áreas agrícolas cultivadas com tecnologia de ponta e colheita totalmente mecanizada. Na safra 21´22, produziu 3,5 bilhões de litros de etanol, 6,2 milhões de toneladas de açúcar e 2,9 TWh de bioenergia produzida a partir da biomassa da cana.

Por meio de uma rede de mais de 7,9 mil postos revendedores que estampam a marca Shell no Brasil, na Argentina e no Paraguai, atende milhões de consumidores diariamente em suas jornadas, oferecendo desde os exclusivos combustíveis da família Shell V-Power até praticidade e benefícios na hora do pagamento com o aplicativo Shell Box. Pelo Grupo Nós (Joint venture com a FEMSA Comercio), atua no varejo de conveniência e proximidade com cerca de 1,4 mil lojas Shell Select e com os mercados OXXO. Na safra 21´22 comercializou 34 bilhões de litros de combustíveis por meio de sua infraestrutura que conta com mais de 70 terminais de distribuição pelo país, com presença em 19 portos e 70 bases de abastecimento em aeroportos.

A Raízen é uma das maiores empresas do Brasil, gerando oportunidades, emprego e renda, dinamizando a economia e promovendo impacto social positivo por meio de inúmeras ações, com destaque para a Fundação Raízen, instituição sem fins lucrativos que há 20 anos atua na educação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas