segunda-feira, agosto 15, 2022
segunda-feira, agosto 15, 2022

Lojas Quero-Quero registra receita bruta de mais de R$ 624 milhões no 2º trimestre

A Lojas Quero-Quero – rede de casa & construção com mais lojas no Brasil – registrou no segundo trimestre deste ano receita bruta de R$ 624,2 milhões, crescimento de 65,2% sobre o mesmo período de 2019 (pré-pandemia) e R$ 1.227,3 milhões no semestre (67,7% superior ao 1S19). Na comparação ao período pré-pandemia, o indicador de Vendas Mesmas Lojas (SSS) manteve um crescimento similar ao 1T22 de 27,6% de SSS, porém apresentou redução de 10,8% em relação ao mesmo período de 2021, em função da forte base de comparação (+35,2% no 2T21 SSS).

No 2º trimestre de 2022, 14 novas lojas foram inauguradas, totalizando 28 inaugurações neste ano, duas inaugurações a mais que o mesmo período do ano anterior, resultando em 493 lojas no final de junho em mais de 400 cidades nos estados do Rio Grande do Sul (291 unidades), Paraná (108), Santa Catarina (81), São Paulo (7) e Mato Grosso do Sul (6). Em relação ao 2T21, o crescimento foi de 17% na base de lojas e de 18% na área de vendas. Desta forma, os investimentos da companhia totalizaram R$ 19,9 milhões no 2T22 (+95,1% vs 2T19), incluindo aberturas de lojas, implementação de projetos, investimentos em logística e TI.

“Mantivemos a nossa estratégia de investimento pensando no longo prazo, por meio da abertura de novas lojas e do investimento no projeto Loja Infinita”, afirma Peter Furukawa, CEO da Lojas Quero-Quero. “Embora o nosso foco no curto prazo permaneça nos estados do Sul do Brasil, onde enxergamos oportunidade de expandir para mais 170 cidades, continuamos gradualmente investindo no Mato Grosso do Sul e em São Paulo, onde abrimos sete das 28 novas lojas em 2022”, destaca ele.

A rede apresentou crescimento de vendas totais de varejo no 2T22 de 64,7% vs. 2T19, que representa um CAGR de 18,1% desde 2019, desempenho similar ao apresentado no 1T22, finalizando o semestre com crescimento de 65,4% vs. 1S19.

A receita de Serviços Financeiros totalizou R$142,2 milhões no trimestre, evolução de 18,0% vs. 2T21 (+76,4% vs. 2T19). No semestre, a RBLD totalizou R$286,8 milhões, aumento de 24,4% (+85,6% vs. 1S19). A inadimplência se manteve em nível controlado ao final de junho, após níveis historicamente baixos em 2020 e 2021.

A atividade de Cartão de Crédito apresentou crescimento de receita de 7,7% no 2T22 (17% vs. 2T19) e de 8% no semestre (18,7% vs. 1S19). O volume transacionado com o cartão Quero-Quero VerdeCard nas lojas foi 2,8% maior em relação ao 2T21 (34,6% vs 2T19), enquanto o volume transacionado no cartão fora da loja cresceu 20,7% no trimestre (43,5% vs. 2T19).

O Projeto Figital (Loja Infinita) segue fortalecendo a estratégia digital, desenvolvendo uma nova forma de compra online e melhorando a jornada omnichannel dos clientes, que contam agora com acesso a produtos que antes só eram encontrados em home centers localizados em médias e grandes cidades.

Durante o 1T22, o foco esteve na implementação da Loja Infinita em todas as lojas da rede, mas no 2T22 o foco foi voltado para o treinamento das equipes de loja, aprimoramento das estratégias promocionais que serviram para alavancar as vendas do projeto. Como resultado dessas ações, no fim de junho, as vendas Figitais representaram 18% das vendas da companhia, mostrando evolução consistente a cada trimestre.

“No curto prazo, nosso foco será nos pilares estratégicos de eficiência operacional e rigor na alocação de capital, porém inovando, como o projeto Figital (Loja Infinita), com equilíbrio do crescimento e da saúde financeira da companhia”, completa Furukawa.

Outras iniciativas

Em julho, a Lojas Quero-Quero realizou a emissão de duas novas séries seniores do FIDC Verdecard, totalizando R$ 300 milhões, com manutenção do rating brAAA pela S&P Global Ratings. A emissão faz parte da estratégia da companhia, vinculada a uma oferta completa de varejo, serviços financeiros e cartão de crédito, e se encaixa no contexto de crescimento contínuo da carteira de crédito.

Também em julho, a companhia divulgou seu Relatório de Sustentabilidade referente ao ano de 2021, no qual destaca as iniciativas que vêm sendo adotadas visando um crescimento cada vez mais sustentável e alinhado com as melhores práticas de ESG.

Lojas Quero-Quero

A Lojas Quero-Quero é a rede de casa e construção com mais lojas no Brasil e a única que garante o produto do cliente de graça se a entrega atrasar. Com mais de 490 filiais, oferece um mix completo de materiais de construção, eletrodomésticos, eletrônicos, móveis e decoração, além de serviços financeiros e cartão de crédito bandeira própria. O amplo mix, aliado à construção de relacionamentos com clientes e comunidades, garantem a Lojas Quero-Quero o cumprimento de seu propósito de levar uma vida melhor às suas comunidades, compostas predominantemente por cidades de pequeno e médio portes. Em agosto de 2020, a empresa anunciou sua abertura de capital, e desde então faz parte da B3, a bolsa de valores brasileira.

Leia mais:

Em meio ao contrafluxo, mercado de startups cresce em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas