terça-feira, setembro 27, 2022
terça-feira, setembro 27, 2022

Empreendedorismo feminino: Forbes e Instagram lançam Mom Boss

Empreendedorismo e maternidade muitas vezes andam juntos: muitas mulheres buscam empreender a partir do momento em que têm filhos. Ou têm novas ideias para seus negócios enquanto desempenham seu papel de mães.

Unir a gestão de uma empresa com a criação dos filhos é a pauta da websérie Mom Boss, que nasceu da parceria entre Forbes e Instagram e traz mães empreendedoras com histórias ricas e diversas para mostrar como um papel alimenta o outro. “Existem ensinamentos que meus filhos me trazem e que levo para a gestão do meu negócio”, diz Adriana Barbosa, CEO e fundadora da Feira Preta.

Serão cinco episódios lançados semanalmente até setembro. Confira abaixo o perfil de cada uma das empreendedoras e o cronograma da série.

Ana Claudia Silva (ceoanaclaudia), CEO da Afra Design (use_afra)

Educadora e mãe de três filhos, Ana Claudia Silva começou a empreender em 2018 com uma missão: trabalhar para que crianças negras se sentissem representadas quando se preparassem para ir à escola. Foi assim que surgiu a Afra Design, pioneira no segmento de papelaria étnica no Brasil. Seus cadernos, estojos e mochilas trazem imagens em que crianças negras podem se reconhecer e padrões que remetem à cultura africana. A Afra tem, entre seus clientes, a rede de varejo Carrefour. A empreendedora viu seu faturamento crescer mais de 1000% entre 2018 e 2020 e, no ano passado, recebeu um investimento no programa Shark Tank Brasil.

Adriana Barbosa (adrianapreta), criadora do Festival Feira Preta (feirapretaoficial) e do Preta Hub (pretahub)

A empreendedora social Adriana Barbosa é CEO da plataforma Preta Hub, que atua com pesquisas, mapeamento e aceleração do empreendedorismo e consumo negro do Brasil, e fundadora da Feira Preta, marketplace de produtos e serviços oferecidos por empreendedores negros. O marketplace ajudou a movimentar o Festival Feira Preta, maior evento de cultura negra da América Latina. Em 20 anos de história, o evento contou com 50 mil participantes presencialmente, mais de R$ 6,5 milhões em circulação entre os empreendedores negros e mais de quatro mil artistas nacionais e internacionais. Adriana é mãe de uma menina de 12 anos que cria com o apoio da mãe e da avó.

Bianca Andrade (bianca), fundadora da Boca Rosa Company (bocarosacompany)

Bianca Andrade, a Boca Rosa, é empresária e produtora de conteúdo para redes sociais. Ela começou na adolescência, quando era moradora do complexo de favelas da Maré, fazendo vídeos ensinando meninas a se maquiarem. Hoje, a holding de Bianca abriga sua linha de maquiagem – feita em conjunto com a Payot -, e a linha de produtos para cabelo Boca Rosa Hair, produzida pela Cadiveu. A empresa teve faturamento de R$ 120 milhões em 2020. Bianca ainda mantém a criação de conteúdo para outras marcas como blogueira e comunicadora com mais de 18 milhões de seguidores em seu perfil pessoal. A empreendedora é mãe do pequeno Cris, que acaba de completar um ano.

Flávia Deutsch (fladeutsch) e Paula Crespi (pcrespi), cofundadoras da Theia (theia_br)

A startup, fundada por duas mulheres que se conheceram durante o MBA em Stanford, recebeu R$ 30 milhões de aporte neste ano, um dos maiores investimentos já recebidos por uma femtech. Flávia Deutsch e Paula Crespi decidiram fundar uma plataforma de apoio às gestantes e puérperas quando perceberam que o sistema tradicional de saúde não acolheu suas questões quando passaram pela primeira gravidez. Acabam de abrir uma clínica física para atendimento em São Paulo. Cada uma delas têm dois filhos.

Cronograma dos episódios

11/08 – 1º Episódio – O começo
16/08 – 2º Episódio – O poder da comunidade
23/08 – 3º Episódio – Negócios e tecnologia
30/08 – 4º Episódio – Vulnerabilidade
06/09 – 5º Episódio – Erros e acertos

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas