segunda-feira, agosto 15, 2022
segunda-feira, agosto 15, 2022

Vibra adquire 50% de participações na ZEG Biogás

A Vibra assinou contrato para aquisição de 50% do capital social da ZEG Biogás e Energia S.A., subsidiária da ZEG e da FSL. Os demais 50% permanecerão de propriedade da ZEG e da FSL. A negociação vai potencializar o alcance da ZEG Biogás, que produz biocombustível com alto padrão de qualidade, comercializado com a marca Gasbio, capaz de substituir o uso de combustíveis fósseis, tais como gás natural, diesel e GLP, em indústrias e veículos, principalmente frotas pesadas.

A ZEG Biogás foi fundada pela FSL como Gasgrid, sendo desenvolvida no Parque Tecnológico de Sorocaba, e, em 2019, foi acelerada pela ZEG. Esta parceria fez com que a ZEG Biogás se tornasse pioneira no setor ao oferecer soluções ambientalmente vantajosas e comercialmente viáveis para a produção de biometano em aterros sanitários e com resíduos de produção de etanol, óleo de palma e de suco de laranja.

A Vibra irá investir aproximadamente R$129 milhões na aquisição de 50% das ações da ZEG Biogás, além de fazer aportes que poderão atingir o montante de até R$412 milhões para desenvolvimento de novos projetos de biometano. Estes aportes serão realizados de acordo com as eventuais necessidades de capital dos projetos. Os demais 50% permanecerão de propriedade da ZEG e da FSL.

Esse trabalho conjunto busca aproveitar a sinergia entre a capacidade de produção e comercialização de biometano da ZEG Biogás e a robusta infraestrutura logística e os mais de 18 mil clientes B2B e uma rede com 8,3 mil postos de combustíveis em todo país, que compõe o portfólio da Vibra. Esta operação complementa a plataforma de produtos e serviços renováveis da Vibra, reforçando a posição de liderança no processo de transição e descarbonização da matriz energética brasileira, por meio da ampliação da oferta de energia mais limpa, renovável e sustentável.

Entre outras vantagens, o negócio vai permitir, por exemplo, que as mais de 300 usinas de etanol pertencentes aos 60 grupos industriais – fornecedores de etanol da Vibra – tenham à mão uma solução ambientalmente adequada para a vinhaça, com a possibilidade de alavancar novas receitas, além da melhoria na produtividade do solo. A tecnologia de biodigestão desenvolvida pela ZEG Biogás para a produção de biogás e biometano é modular e escalável, com baixo custo de implantação.

Esta operação torna-se ainda mais relevante considerando que o Brasil possui potencial anual de produção de mais de 40 bilhões m³ de biometano por ano, o que equivale a 35% da energia elétrica consumida no Brasil e 70% do diesel. Segundo estimativas da ZEG Biogás, 25% deste potencial tem possibilidade de exploração imediata, que representaria um terço da demanda atual por gás natural no país e redução de, aproximadamente, 25 milhões de toneladas de CO2 equivalente na atmosfera, anualmente. No futuro, será possível desenvolver toda a cadeia de biorrefinaria, transformando o biometano em hidrogênio, amônia e metanol verdes.

Trajetória da ZEG Biogás

O diferencial competitivo da ZEG Biogás e do Gasbio está no desenvolvimento de um sistema de baixo custo de investimento e simplicidade de operação. Caracteriza-se por sua modularidade e escalabilidade, permitindo a adoção de diferentes configurações para a produção de biogás e biometano. Como benefício adicional, o material residual após a produção, no caso do agronegócio, é devolvido para o campo, fornecendo nutrientes mais equilibrados ao solo.

Com expressivo mercado consumidor potencial, formado por indústrias e empresas com grande consumo de gás no processo produtivo ou no transporte, a ZEG Biogás possui expectativa de produção de 350 milhões m³ por ano até 2027, por meio de R$2,5 bilhões de investimentos que serão feitos no mesmo período. Os projetos da ZEG Biogás tem a meta de contribuir com a retirada de até 10 milhões de toneladas de CO2 por ano na atmosfera.

Agora, a Vibra torna-se investidora estratégica da empresa, agregando know-how em distribuição e capital que, juntos, irão viabilizar a expansão da ZEG Biogás.

“Essa parceria está totalmente alinhada ao reposicionamento da Vibra, que já iniciou sua trilha com a ambição de desempenhar papel relevante no apoio à transição energética e descarbonização das suas atividades e de seus clientes. São duas sólidas empresas brasileiras que reforçam seu compromisso com o país no desenvolvimento de um novo mercado. O biometano é um combustível totalmente renovável e que pode substituir diversos combustíveis fósseis como o gás natural, diesel e GLP”, afirma Wilson Ferreira Jr, CEO da Vibra Energia.

“Estamos unindo forças para expandir um modelo bem sucedido de solução energética renovável, capaz de atender a demanda cada vez maior de companhias privadas que buscam descarbonizar os seus processos. A utilização de combustíveis renováveis é um dos caminhos estratégicos para aproximação das atividades dos princípios ESG, por isso é tão importante expandir iniciativas como a ZEG Biogás”, destaca Daniel Rossi, conselheiro da ZEG Biogás.

A efetiva conclusão da operação estará sujeita à verificação de determinadas condições precedentes, incluindo a obtenção da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). A ZEG Biogás teve assessoria da RGS Partners e assessoria legal da Tauil & Chequer Advogados associado a Mayer Brown. Já a Vibra foi assessorada por Trech Rossi Watanabe.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas