A Petlov, maior ecossistema pet do Brasil, vai inaugurar sua primeira loja física, em maio, em Moema, na cidade de São Paulo. A aposta da marca será num formato mais intimista, com área em torno de 300 m², e a pegada de loja de bairro, oferecendo um mix de produtos e serviços de acordo com a cara da região onde está localizada.

De acordo com Talita Lacerda, CEO da Petlove&Co, o conceito principal do projeto das lojas físicas – a unidade de Moema será apenas a primeira investida – está na integração entre as compras online e presenciais. Apostando em tecnologia, os pontos da Petlove não contarão com caixas para pagamento.

“A ideia é que o consumidor retire os produtos adquiridos virtualmente ou faça a compra na loja mesmo, pague pelo celular ou em terminais de autoatendimento instalados no local. A promessa é fazer a compra sem filas ou espera. As unidades terão ainda serviço de banho e tosa”, explica.

O projeto das lojas físicas é mais uma frente para impulsionar e diversificar as frentes de negócios da holding, que tem como missão democratizar e simplificar o cuidado com o pet, oferecendo a melhor experiência para tutores. De acordo com Talita, os novos pontos de venda trarão ainda projeção e alcance para companhia, além de ajudar a melhorar a logística, aumentar a capilaridade e a funcionalidade das entregas.

A Petlove aposta também na aproximação com lojas independentes do setor. “Vamos fazer parcerias com os pet shops dos bairros. Já temos mais de 20 parceiros e muitos deles passaram de um lucro mensal de R$ 5 mil para R$ 30 mil”, completa a executiva.