sexta-feira, fevereiro 3, 2023
sexta-feira, fevereiro 3, 2023

Pague Menos realiza o primeiro ‘investor day’ e anuncia a abertura de mais 200 lojas

Por Joana Lopo

Ao completar um ano do IPO, na B3, as Farmácias Pague Menos realizou nesta quinta-feira (2), de forma virtual, o primeiro investor day da rede. Trata-se de uma apresentação dos resultados, investimentos e projetos da companhia, para o mercado e acionistas. No evento, acompanhado pela equipe do INEWSBR, a empresa anunciou a abertura de 200 novas lojas até o final de 2022, sendo 55 ainda este ano.

O mais novo processo de crescimento orgânico é em função dos números promissores desde a abertura de capital. No 2T21, a Pague Menos acelerou o crescimento de vendas (mais de R$ 250 milhões, alta de 7,4%) e registrou faturamento recorde de R$ 2 bilhões, uma alta de 20,6% em relação ao 2T20, com incremento nas mesmas lojas de 19,7% e 18,9% em lojas maduras. Atualmente, tem 225 lojas com entrega expressa e 190 pontos de retirada.

De acordo com a presidente do conselho de administração da Pague Menos, Patriciana Rodrigues, a Clinic Farma é a “pedra angular” da empresa. Trata-se de um consultório farmacêutico, com cerca de 50 serviços de saúde, em exames, testes e telemedicina. Tem parceria com Fleury Saúde para utilização de um equipamento de alta tecnologia, que é manipulado pelo farmacêutico durante a teleconsulta, para acompanhar o som do coração, pulmão, deentre outros órgãos.

“Temos entregado resultados consistentes, com trimestres consecutivos de crescimento sólido. Nosso pontapé inicial foi a compra da Extrafarma, que nos eleva a posição de segunda maior rede varejista e acontece ao mesmo tempo do nosso crescimento orgânico, com abertura de novas lojas”, disse Patriciana.

Segundo ela, as práticas de governança ambiental, social e corporativa (ESG) são prioritárias para o grupo. Para isso, no 2T21 já iniciaram a construção da matriz de materialidade. A perspectiva é de chegar em 2030 como uma solução completa de saúde. “Vamos contribuir para reduzir as desigualdades de acesso a uma vida saudável. Esse é nosso lema. Temos um terço dos membros de de mulheres, mas ainda é pouco, além de outras práticas para colaboradores, clientes e investidores”, garante.

Resultados

O lucro líquido ajustado da Pague Menos no segundo trimestre deste ano foi de R$ 71,6 milhões, sendo o maior lucro trimestral da sua história, com crescimento de 683% em relação ao mesmo período do ano anterior. A companhia investiu R$ 68,1 milhões no 2T21, ao total, a maior parte foi para a expansão orgânica e reformas de lojas. A categoria de produtos de marcas próprias totalizou R$ 125,2 milhões em vendas no trimestre, aumento de 22,5% em relação ao 2T20, representando 6,2% das vendas totais.

São mais de 1.100 lojas, presentes em 320 cidades. O objetivo é ser um hub de saúde, voltado para toda a população, entretanto, o público forte da empresa é a classe média expandida, que conta com acesso a medicamentos com descontos, manipulados e especiais, para problemas complexos. Em 2016 o grupo reformulou o leiaute das lojas e no ano passado, com a chegada da pandemia, foi a primeira rede a fazer teste de covid.

No primeiro semestre de 2021 foram mais de um 1,4 milhão de atendimentos do Clinic Farma e mais de um milhão de testes de covid executados. Em relação aos indicadores, o de adesão subiu em 6,4%, isso quer dizer que a cada 100 clientes que entram na farmácia, mais de seis vão para o consultório farmacêutico. O outro é o de conversão que registrou 56%, ou seja, a cada 100 clientes que entram na farmácia, 56 compram no mesmo dia.

No ambiente digital, a empresa aposta no marketplace, com estratégia omnichannel (integração de canais, por exemplo: lojas físicas e virtuais). Tem a assistente virtual, chamada “Vida”, que faz agendamento para o Clinic Farma e o novo aplicativo voltado para cliente que, além de comprar, pode marcar exames, entre outros serviços.

História

Em 40 anos de existência, a Pague Menos, conforme a presidente do conselho de administração tem história marcada por “revolução, disrupção e ousadia. “Começamos no Ceará e lá atrás já apostamos em inovação, no conceito drugstore, e com lojas abertas 24h. Também começamos a receber pagamentos de contas nas lojas, criando um correspondente bancário. Na década de 90 começamos a expansão pelo país, quando surgiu a farmácia de manipulação Pague Menos”, rememora.

Em seguida, na década de 2000, conforme Patriciana, a empresa triplicou o número de lojas e deu início ao programa Infância Feliz em parceria com a Unicef. Foi a primeira a aderir ao programa Aqui Tem farmácia Popular e é a primeira e única rede presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Hoje, conta com mais de 20 mil colaboradores.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas