quarta-feira, fevereiro 8, 2023
quarta-feira, fevereiro 8, 2023

Fundos de investimento tiveram captação líquida de R$33,4 bilhões, aponta relatório da Anbima

Em relatório semanal divulgado na quarta-feira (22), a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) demonstra que os fundos de investimento tiveram captação líquida positiva de R$ 33,4 bilhões entre 1º e 17 de setembro deste ano. Esse número é a diferença entre os R$ 457,6 bilhões de aportes e R$ 424,2 bilhões de retiradas no período.

Na semana de 13 a 17, a indústria registrou captação líquida positiva de R$ 23,7 bilhões, sendo a classe de renda fixa responsável pela maior parcela, com saldo líquido de R$ 21,7 bilhões. No entanto, R$ 11 bilhões referem-se ao aporte de um único fundo.

Os FIDCs com R$ 3,7 bilhões (aporte de um mesmo fundo de R$ 3,6 bilhões), os fundos de previdência com R$ 697,3 milhões, os ETFs com R$ 380,1 milhões e os FIPs com R$ 43,2 milhões também apresentaram resultados positivos.

Já os multimercados, os fundos de ações e cambiais tiveram resgates líquidos de R$ 2,1 bilhões, R$ 654,4 milhões e R$ 99,1 milhões, respectivamente. Até 17 de setembro, a indústria registra captação líquida positiva de R$ 400,3 bilhões.

Anbima

A empresa representa mais de 270 instituições de diversos segmentos. Entre seus associados, estão bancos comerciais, múltiplos e de investimento, asset managements, corretoras, distribuidoras de valores mobiliários e consultores de investimento.

Ao longo de sua história, a associação exerce atividades de representação dos interesses do setor; de regulação e supervisão voluntária e privada de seus mercados; de distribuição de informações que contribuam para o crescimento sustentável dos mercados financeiro e de capitais; e de educação para profissionais de mercado, investidores e sociedade em geral.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas