quarta-feira, fevereiro 8, 2023
quarta-feira, fevereiro 8, 2023

erural recebe R$1,9 milhão e planeja elevar faturamento em 400%

Após obter um volume de vendas dos produtos (GMV), em 2021, de R$ 40 milhões, o erural, marketplace especializado em pecuária, no Brasil, conquista aporte de R$1,9 milhões adquirido em rodada de investimento Seed. Isso vai contribuir para ampliar a atuação da AgTech no mercado, fortalecendo o ecossistema da pecuária e atraindo mais investidores, segundo a startup.

Esse aporte permite a expansão do negócio nas operações de marketing, produto e vendas, já que a erural segue em expansão contínua, impulsionada pela crise global do Coronavírus. Desde o início da pandemia, que provocou significativas mudanças no cenário de negociações, a busca de pecuaristas pelo comércio eletrônico, para compra e vendas de seus animais, ampliou a atuação da startup.

Com isso, a erural cresceu 300% em 2020, em relação a 2019, e tem expectativa de aumentar o faturamento de 2021 em 400%, comparado ao mesmo período do ano passado. Este ano, a erural já obteve um GMV de R$ 40 milhões, sendo que o total é 2,5 vezes maior que em 2020. O site superou a marca dos 80 mil usuários e vem acompanhando um alto crescimento na base de clientes.

A erural oferece aos pecuaristas de todo o país a praticidade de adquirir, de qualquer lugar animais de genética das principais raças do país; lotes certificados e pesados para cria, recria e engorda (por enquanto nos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas); Sêmen dos melhores touros reprodutores do Brasil, além de protocolos e materiais que auxiliam na reprodução animal.

Com a expansão do escritório para Ribeirão Preto (SP), além da sede em Salvador (BA), a startup planeja crescer o time para 50 funcionários, o dobro em relação ao início do ano. Os desafios a serem superados pela erural incluem a ampliação da equipe e o aporte conquistado recentemente terá parte destinada para impulsionar esta etapa. “A ideia é agregar mais produtos ao marketplace a nível nacional. Hoje já atuamos no mercado de animais de genética, sêmens e protocolos, mas este é só o início. Outros insumos e até mesmo a venda de serviços estão em nosso radar”, avalia o CEO da erural, Matheus Ladeia.

Ele também faz projeções para outras frentes do negócio. “Em relação ao projeto TOP Corte (cria, recria e engorda), terminaremos o ano presente em toda a região Nordeste e alcançaremos 15 estados até o fim de 2022. A expansão da nossa rede de Hunters e outros pontos importantes em tecnologia e marketing serão fundamentais nesta construção. Para um país com a vocação ao agro e com um cenário de tecnologia e comércio eletrônico ainda incipientes, como o Brasil, sobram motivos para acreditar”, comemora.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas