terça-feira, janeiro 31, 2023
terça-feira, janeiro 31, 2023

Notre Dame Intermédica Saúde compra hospital em Niterói por R$160 milhões

Por Geraldo Bastos

A onda de fusões e aquisições no mercado de saúde do país segue a toda vapor. Nesta sexta-feira (30), o Grupo Notre Dame Intermédica Saúde (GNDI) anunciou a aquisição do Hospital Santa Martha, localizado na cidade de Niterói, no Rio, por R$ 160 milhões, incluindo o imóvel com aproximadamente 9,1 mil m² de área construída, equivalente a aproximadamente R$ 850 mil por leito. O preço de aquisição será pago à vista, em dinheiro, descontados o endividamento líquido e uma parcela retida para contingências.

O Hospital Santa Martha foi fundado em 1965 na cidade de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. A empresa atualmente opera um hospital geral de alta complexidade com laboratório de análises clínicas e parque de imagem – incluindo ressonância magnética, tomografia computadorizada e hemodinâmica. Dispõe ainda de cinco  salas de parto, seis  salas de cirurgia e ampla capacidade com 187 leitos, dos quais 45 são leitos UTI adulto e 18 são leitos UTI neonatal.

O plano de integração prevê sinergias operacionais e administrativas com as operações do GNDI no estado do Rio de Janeiro, que conta atualmente com três hospitais, dez centros clínicos, dois prontos-socorros autônomos, além de dois novos prontos-socorros em construção no centro do Rio de Janeiro e em Nova Iguaçu.

Em 2020, o Hospital Santa Martha apresentou um faturamento líquido de R$ 94,4 milhões. A consumação da transação está sujeita apenas à aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Sobre o grupo

O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) é, atualmente, a maior operadora de saúde do Brasil, com 6,4 milhões de beneficiários. Fundado em 1968, é pioneiro em medicina preventiva, área em que atua desde 1982 por meio da promoção de programas estruturados que oferecem saúde integral e odontologia para clientes empresariais e individuais.

Um dos importantes marcos da empresa nesta trajetória foi a abertura de capital, em 2018, quando passou a negociar suas ações na B3, o que potencializou ainda mais a capacidade de investimentos em inovação, tecnologia, processos e infraestrutura, sempre tendo como objetivo final a satisfação plena dos beneficiários.

A abertura de capital também impulsionou a estratégia de verticalização do Grupo, tornando fusões e aquisições constantes nos últimos anos, ampliando a atuação geográfica com operações próprias. As operações com rede própria, que antes eram concentradas nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, foram expandidas para Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais, resultando na criação de duas filiais: o GNDI Sul e o GNDI Minas, que contemplam duas das regiões mais populosas do Brasil.

A Companhia  conta com 29 hospitais, 88 centros clínicos, 23 prontos-socorros autônomos, 15 centros de medicina preventiva e  dois centros de saúde exclusivamente dedicados ao público 50+ (NotreLife 50+).

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas