quarta-feira, fevereiro 1, 2023
quarta-feira, fevereiro 1, 2023

Grupo GPS fecha aquisição da Loghis Logística

Por Geraldo Bastos

Capitalizada, após um IPO que lhe rendeu quase R$ 2,5 bilhões, o grupo GPS segue indo às compras: nesta quinta-feira (8), a companhia fechou a aquisição da Loghis Logística por R$ 23 milhões,  tendo sido previsto o pagamento de um valor adicional, condicional e limitado, a ser pago caso a Loghisa presente o desempenho acordado em contrato, a ser apurado no período compreendido entre 1º de outubro de 2021 e 30 de setembro de 2022.

Com sede em Taubaté, interior de São Paulo, a Loghis é uma empresa com mais de 20 anos de mercado, especialistas em intralogística, transporte, armazém geral, industrialização, facilities e gestão de resíduos.  Está presente em  16 estados  e conta com mais de 1.300 colaboradores.

Fundado na Bahia, o grupo GPS  é  líder no setor de prestação de serviços integrados (logística indoor, facilities, manutenção industrial, serviços de engenharia, alimentação e segurança),  com mais de 100 mil colaboradores. Sua principal atuação é no ramo de prestação de limpeza, manutenção predial e de recepção e apoio administrativo, que respondeu por 41% da receita líquida de 2020.

A empresa abriu capital em abril e pretende usar os recursos  para novas aquisições e fortalecimento de caixa. Desde 2007, a GPS realizou mais de 30 aquisições de companhias com diversas soluções e em todas as regiões do país, que representavam, ao final de 2020, 50% da receita líquida anual.

Em 2020, a GPS registrou lucro líquido de R$ 283 milhões, um aumento de 33,5% em relação a 2019, com a receita líquida crescendo 14,6%, para R$ 4,9 bilhões, e um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 564 milhões, avanço de 25,6%. A margem passou de 10,4% para 11,4%.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas