sábado, julho 20, 2024
sábado, julho 20, 2024

Estratégia omnichannel impulsiona e-commerce da Bibi

Considerado como uma frente de loja, o e-commerce da Calçados Bibi desempenha um papel importante na marca, principalmente quando a rede decidiu investir no conceito de transformação digital. Explorando de diversas formas o contexto da omnichannel, o canal registrou um aumento de 23% nas vendas durante os primeiros nove meses de 2023 em comparação com o mesmo período de 2022. Este crescimento é resultado de uma série de fatores, que englobam uma demanda crescente, mas também é impulsionado por uma estratégia que visa proporcionar uma experiência de consumo diferenciada ao cliente, tanto no digital quanto nas mais de 130 lojas físicas espalhadas pelo Brasil.

Dados divulgados pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostram que o e-commerce brasileiro registrou um crescimento exponencial de 2019 a 2023. Diante disso, a expectativa é que a modalidade atinja a marca de R$ 185,7 bilhões em vendas até o fim do ano, somando o dobro quando comparado aos R$ 90 bilhões de 2019.

No caso da Bibi, por exemplo, o foco principal é utilizar a rede de lojas físicas como um hub de distribuição, tornando o processo de compra online mais conveniente e eficiente para os consumidores em todo o território nacional. “Nossa estratégia para impulsionar o crescimento do e-commerce se concentra na integração das operações online e offline. Isso é feito para reduzir o atrito que os clientes costumam enfrentar ao comprar produtos online, como questões de logística, prazos de entrega e custos de frete. A empresa compreende que a experiência do consumidor é fundamental para o sucesso nos negócios, e a estratégia omnichannel é o caminho para alcançar essa excelência”, explica Alan Rosanelli, gerente de Omnicanalidade da Bibi.

Uma das principais inovações da Calçados Bibi é o uso das lojas físicas distribuídas em todo o Brasil como pequenos centros de distribuição. Isso permite que a empresa forneça prazos de entrega mais curtos e custos de frete competitivos. Assim, ao usar a loja física mais próxima do cliente como ponto de partida para a entrega, a marca consegue reduzir significativamente o tempo de trânsito e oferecer a opção de entrega no mesmo dia. Consequentemente, isso aumenta a fidelização dos consumidores e as vendas, devido à praticidade e boa jornada de compra vivida.

“Seguimos empenhados em proporcionar uma experiência de compra online semelhante à da loja física. Além da entrega no mesmo dia, oferecemos aos clientes a possibilidade de comprar online e retirar em uma das unidades, o que proporciona conveniência e flexibilidade adicionais no momento da compra. Essa abordagem híbrida é uma prova do compromisso da Bibi em atender às necessidades e preferências variadas dos consumidores. Tudo isso sempre seguindo o nosso propósito, de fazer o bem, um passinho por vez”, finaliza a diretora de Marca e Varejo da Bibi, Camila Kohlrausch.

Calçados Bibi

Promover o desenvolvimento natural e saudável para o público de 0 a 9 anos é uma das premissas básicas da Calçados Bibi. A marca é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do desenvolvimento dos calçados atóxicos, fisiológicos e da tecnologia da exclusiva palmilha Fisioflex Bibi, que proporciona a sensação de andar descalço. Com o propósito de fazer o bem, um passinho por vez, a Bibi, fundada em 1949 e referência no mercado de calçados infantis, visa o incentivo às práticas sustentáveis, o estímulo ao desenvolvimento saudável das gerações futuras, e o cumprimento das suas responsabilidades sociais para a construção de um mundo melhor.

Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz mais de 2,6 milhões de pares/peças ao ano. Presente em mais de 60 países nos cinco continentes, no Brasil está em 3 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 150 lojas. A empresa é a primeira calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico, Cultural e Social.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas