quarta-feira, fevereiro 21, 2024
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

PwC Brasil faz aliança com startup de impacto social

O Brasil possui várias legislações de incentivo fiscal para serem aplicadas pelas empresas em projetos sociais, mas apenas 10% delas conseguem fazer uso e somente 40% dos projetos aprovados nas leis têm êxito na captação de recursos. Uma aliança firmada pela PwC Brasil, líder em serviços de consultoria, e a Incentiv, que conecta proponentes de projetos sociais com empresas, tem tudo para mudar essa realidade e ajudar as organizações a transformarem impostos em projetos que fortalecem o pilar social do ESG.

A Incentiv já contribuiu para a realização de mais de 400 iniciativas sociais em 16 Estados do país, conseguindo impactar 1 milhão de pessoas por meio da aplicação de diversas leis de incentivo fiscal. Ao todo, são mais de 140 empresas assessoradas pela Incentiv que usaram seus tributos para transformar vidas no Brasil todo, garantindo a aplicação eficiente dos recursos públicos. Os resultados colaboram para que o Brasil caminhe em direção aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

“A aliança firmada entre a PwC Brasil e a Incentiv tem grande potencial para ampliar o número de organizações que podem direcionar parte de seus impostos para investirem em programas de impacto social, conectando empresas a iniciativas que mudam vidas e ajudam o país a ser menos desigual”, afirma Durval Portela, líder de consultoria tributária da PwC. “A presença nacional da PwC e sua expertise em consultoria para gestão tributária poderão multiplicar esse impacto. Tributos são um importante instrumento de endereçamento da agenda ESG e esta aliança vem complementar nossas soluções em governança tributária, segundo um conceito inovador de “ecossistema Tax ESG’.”

“Nosso trabalho já conseguiu direcionar mais de R$250 milhões em projetos, sem gerar custos para as empresas, e hoje contamos com uma base de aproximadamente R$1,8 bilhão em projetos aprovados e prontos para captar em nossa plataforma. É uma iniciativa que tem enorme potencial, porque a grande maioria das companhias ainda não acessa as leis de fomento. A parceria com a PwC vai potencializar nossa atuação e aproximar dois lados que buscam o mesmo objetivo: melhorar as condições sociais no Brasil”, avalia Diego Bartolo, Co-founder e Diretor de Marketing e Vendas da Incentiv.

Desafios

Um dos principais obstáculos que as empresas enfrentam hoje é a burocracia, que consome um tempo precioso para transformar incentivos fiscais em projetos sociais. Mas também a pouca transparência e a falta de conhecimento dificultam o processo.

A parceria vai trabalhar com o ecossistema da Incentiv, que utiliza inteligência de dados para aproximar empresas, proponentes e instituições de projetos sociais. Isso é feito a partir de um diagnóstico do potencial de cada empresa e do mapeamento das leis de incentivo que podem ser aplicadas, sem custos, para cada caso. Além da conexão, é realizado um monitoramento das entregas e resultados em tempo real, o que permite aperfeiçoar a aplicação de recursos e realizar eventuais ajustes. As áreas de tributos, marketing, ESG, financeira e executiva das empresas estão envolvidas e participam desde o começo do processo.

Há grande potencial de obtenção de incentivos a partir de leis como a de Incentivo à Cultura (4% do Imposto de Renda Pessoa Jurídica), ao Esporte (2% do IRPJ) e da Reciclagem (1% do IRPJ), dos programas Pronas (1% do IRPJ) e Pronon (1% do IRPJ) e dos fundos da Infância e Adolescência (1% do IRPJ) e do Idoso (1% do IRPJ), além de possíveis destinações de impostos nos âmbitos estadual e municipal.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas