sábado, abril 13, 2024
sábado, abril 13, 2024

Um ano após IPO, Sequoia divulga receita bruta de bilhões em 2021 e crescimento de 53%

A Sequoia Logística e Transportes S.A., líder no país em operações logísticas de e-commerce e tecnologia, divulgou nesta quinta-feira (10), os resultados do 4º trimestre de 2021. A Receita Bruta registrada no período cresceu 32% em relação ao mesmo período do ano anterior chegando a R$ 539,2 milhões.

No ano, o valor foi de R$ 1,8 bilhão, 53% a mais que o valor registrado em 2020. Destaque para o crescimento de 44% do B2C no trimestre, que atingiu R$ 338,8 milhões. Já o valor anual chegou a R$ 1,1 bilhão, com crescimento de 81% em relação ao ano anterior. O EBITDA Ajustado Ex-IFRS alcançou de R$ 53,0 milhões, expansão de 39% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado e R$ 140,7 milhões no ano de 2021, um crescimento de 57% em relação a 2020.

“Consideramos 2021 um ano que ficará marcado na história da Sequoia. Após um ano do nosso IPO, apresentamos resultados robustos em todos os segmentos que atuamos. Essa entrega consistente é fruto de um planejamento visando ao crescimento da Companhia, focado principalmente, na ampliação de nossa malha em todo o país, altos investimentos em tecnologia que conferem mais agilidade nas coletas e entregas, além de toda a cadeia sustentável que envolvem as operações” afirma o CFO e IRO da Sequoia, Fernando Stucchi.

Crescimento B2C 

Em 2021 a Sequoia registrou um crescimento de 81% da Receita Bruta no segmento B2C. No 4T21 o aumento em relação ao mesmo período do ano anterior foi de 44%. De acordo com números da consultoria Neotrust, o segmento de e-commerce teve crescimento de 27% no faturamento e de 17% no número de pedidos em 2021, o que evidencia um crescimento da Companhia no segmento B2C bem acima do mercado. (3x superior ao mercado geral).

Esse crescimento, em parte, é impulsionado pelas soluções tecnológicas da empresa como a plataforma SFx (Shipping From Anywhere) para a entrega de pequenos e médios vendedores (Small and Medium Businesses – “SMB”), atingido mais de sete milhões de entregas somente no 4T21.

Além da SFx a companhia conta com: (i) a Drops, lançada no 3T21, que conta com pontos de pick-up e drop-off (“PUDOs”) e operação logística reversa, criando uma opção robusta e ágil para o first e last mile. (ii) a Frenet, plataforma de soluções digitais de frete, que passou de 13 mil sellers ativos em 2020 para 32 mil em 2021; (iii) e a Lincros, adquirida no final de 2021, é uma das líderes em SaaS para empresas de B2B, auxiliando grandes embarcadores do Brasil a serem mais eficientes nas operações de transportes.

Receita Operacional

As atividades da companhia estão divididas em três categorias: transporte B2C, transporte B2B e serviços de logística.

No 4T21, a Receita Bruta da companhia totalizou R$ 539,2 milhões, um aumento de 32%. Em 2021, a Receita Bruta atingiu R$ 1.808,9 milhões, evolução de 53%.

Mergers and Acquisitions (M&A)

No 4T21, as aquisições, principalmente, da Prime, Plimor e da logtech Frenet, com menor impacto, contribuíram com R$ 63,5 milhões na Receita Bruta. Ainda no trimestre, a Companhia adquiriu a logtech Lincros, uma das líderes em SaaS para empresas de B2B.

No ano de 2021, as aquisições da Direcional, Prime, Plimor e Frenet, combinadas, contribuíram com um incremento de R$ 411,9 milhões de receita.

Investimentos

O CAPEX desse trimestre totalizou R$ 11,6 milhões. No ano totalizou R$ 52,3 milhões, um crescimento de 47% em relação a 2020. Esse valor representou 2,9% da receita bruta.

Historicamente, os investimentos da Companhia são direcionados, em sua maioria, para a capacitação tecnológica no desenvolvimento de novos produtos e a automação das operações dos centros de distribuição, hubs e filiais, por meio da compra de 22 sorters para operação, dos quais oito já foram instalados nas cidades de Betim, Blumenau, Campinas, Extrema, Porto Alegre, Salvador, São Paulo e Vitória.

O Return On Invested Capital (ROIC) de 2021 atingiu 33,6%, 1 p.p. acima do apresentado no mesmo período do ano anterior. “Esse resultado reflete a capacidade da Companhia equilibrar o forte crescimento da operação, com o aumento da demanda por capital de giro, com o benefício do modelo asset light e o aumento em patamar superior do Lucro Operacional”, complementa Stucchi.

Agenda ESG

A Sequoia deu um passo importante no amadurecimento da agenda ESG no 4T21, com a conclusão de sua matriz de materialidade e definição dos pilares que são foco desta agenda: Emissões e Resíduos, Mobilidade, Comunidade e Motoristas Parceiros.

Foram definidas ainda quatro ambições até 2030: buscar a neutralidade de carbono; favorecer a mobilidade urbana sustentável nas cidades prioritárias; elevar o desenvolvimento humano no ecossistema da Sequoia e garantir segurança, desenvolvimento e trabalho justo aos motoristas parceiros.

“Temos trabalhado na definição das prioridades estratégicas, assim como nas metas e objetivos anuais. Nossa visão de futuro é tornar a Sequoia a melhor integradora logística com impacto socioambiental positivo”, acrescenta a diretora de Gente & Gestão e Sustentabilidade da Sequoia, Diná Ribeiro de Carvalho.

Criada em 2010 pelo acionista e CEO da Companhia desde 2012, Armando Marchesan Neto, a Sequoia atua de ponta-a-ponta nos serviços do setor de transporte e logística, com foco em soluções para o e-commerce. Com uma plataforma tecnológica proprietária e escalável, a Companhia oferece soluções altamente customizadas para cada tipo de negócio e cliente, com eficiência operacional e altos níveis de serviço em cada etapa da cadeia de entrega. Considerando o número de entregas realizadas no mercado de e-commerce, a Sequoia é líder no Brasil dentre as empresas privadas.

Desde a sua fundação, a Companhia já realizou a aquisição e/ou criação de 12 empresas, de forma a ampliar sua atuação em todas as regiões do país e se consolidar como um dos principais players do país. Em outubro de 2020, a Sequoia realizou sua abertura de capital na Bolsa de Valores brasileira (B3), no Novo Mercado, segmento com o maior nível de governança corporativa, sob o ticker SEQL3.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas