segunda-feira, janeiro 30, 2023
segunda-feira, janeiro 30, 2023

Após integração da Laureate Brasil e Unisul, Ânima bate receita de R$1 bilhão

Por Joana Lopo

Alcançando a marca de mais de R$ 1 bilhão em receita líquida, no primeiro semestre de 2021, a Ânima Educação (ANIM3) comemora a antecipação positiva dos resultados causados, segundo os executivos da empresa, pela transformação de comportamento que pandemia impôs à sociedade mundial, especialmente aos estudantes. Em entrevista ao projeto Por Dentro dos Resultados, no canal do YouTube da InfoMoney, e acompanhada pela equipe do INEWSBR, o CEO do grupo, Marcelo Bueno, falou sobre a integração da Laureate Brasil e da Unisul, criticou a forma como a educação é tratada no país e de planos para o futuro.

“Diferentemente de setores como o da aviação e turismo, o da educação cresceu. A pandemia catalisou situações que acreditávamos que fosse acontecer mais para o futuro. Isso aconteceu por causa de nossas escolhas. Já tínhamos optado pela educação híbrida, em que o estudante escolhe quanto quer usar de tecnologia no seu processo de ensino. E a pandemia acelerou isso. Nossos estudantes ficaram estudando em casa, com segurança e com todo acompanhamento de qualidade necessário”, disse Bueno.

Para ele, o sistema educacional brasileiro é injusto e não oferece a todos as mesmas oportunidades. Sobre o ProUni, Bueno considera que é um dos maiores programas educacionais do país e critica a possibilidade de extinção do projeto. “Só para se ter uma ideia, nas nossas estatísticas os melhores alunos, os mais bem avaliados vieram do ProUni. Eles dão valor ao que recebem. Eles conseguem excelentes resultados e transformam não só a eles, mas a família toda. Não continuar com esse programa é uma aberração”, enfatiza.

Resultados

De acordo com o CEO, esse é um “momento mágico, um divisor de água para a Ânima”. Ele atribui o crescimento as fusões que fizeram neste ano. “Foi um movimento que transformou a educação brasileira, formamos a maior rede de educação de qualidade no país”, afirmou.

Toda essa comemoração se dá pelos resultados do segundo trimestre, que superou as expectativas. Alcançaram R$ 586 milhões de receita líquida, um aumento de 64,5% em relação ao mesmo período de 2020, o Ebitda ajustado foi de R$ 169,2 milhões, sendo 84,4% maior do que 2020. No primeiro semestre deste ano, o lucro líquido ajustado fechou em R$ 75,1 milhões, sendo 31,7% a mais do que o 1S20. A receita líquida alcançou a marca de mais de R$ 1 bilhão, com aumento de 44,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Hoje, a Ânima cobre mais de 75% do território nacional, com 27 instituições de ensino, mais de 120 campi, mais de 550 polos de educação digital para os mais de 340 mil estudantes. Conforme o CFO Ânima Educação, André Tavares, os drivers dos resultados da companhia continuam tendo resultado positivos.

“Nosso ticket médio orgânico cresceu 12,7% mesmo no momento de maior dificuldade no país. Isso mostra a resiliência do nosso modelo acadêmico. As unidades de medicina, por exemplo, contribuíram para nosso crescimento no espiral de medicina. Estamos avançando, Só em evasão já podemos comemorar os números também. Conseguimos manter as menores taxas e a cada trimestre reportamos ainda menores”, disse o CFO,  que atribui a conquista a três grandes iniciativas: modelo híbrido, melhoria da qualidade de serviços, programa decola, que é de renegociação de mensalidade, com flexibilizações possíveis para que os alunos não abandonem o ensino superior.

Segundo ele, em 2020 houve aumento de evasão em até 6,5% ante 2019, que estava estável em 4%. Já este ano, a variação começou a estabilizar novamente e a perspectiva, especialmente em função do programa de flexibilização de pagamento, é de que a evasão caia ainda mais. Para o futuro, os executivos só sentem os bons ventos. Com o ensino híbrido cada vez mais fortalecido juntamente com as parcerias realizadas até então, eles planejam um crescimento ainda maior, especialmente com o andamento dos estudos de spin-off da Inspirali, sobre dividendos e investimentos.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas